Seguidores

Follow by Email

domingo, 12 de dezembro de 2010

o paraíso

aqui é o lugar..perfeito pra nós ficarmos,um ao lado do outro,sem ninguém pra nus incomodar.onde não tem dor nem lembranças ruins.onde o ontem é o hoje e o hoje só vai acontecer amanhã,aqui não precisamos brigar,pois a paz reina,aqui somos livres e nossos pensamentos não são mal,aqui o sol brilha o dia todo e quando anoitece a lua parece magica iluminando todo o nosso lar.não conseguimos disser não,não conseguimos deixar de ser felizes,o vento é tão refrescante e nossa alma parece ser a de uma criança.seu olhar já não é mais triste,seu coração pulsa mais forte e a poluição se foi,aqui não temos medo de nada,não precisamos pensar,somente amar.não sei se é esse lugar que nós torna assim.que nós faz viajar e pensar um no outro.mas eu não gostaria de estar em mais lugar algum com você.já sei..aqui o lugar não é o paraíso,você é o meu paraíso,transforma minha vida e apenas uma praia deserta no final de semana no nosso paraíso perfeito.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

um diario antes de descobrir eu.(entre paginas_ a dona do site.)

lembrete:diários..nunca fui boa com isso,mas ganhei do meu tio que mora em são Paulo.adoro meu tio por isso estou fazendo esse sacrifício.
hoje é dia 28/01/10-quinta-feira.
como eu deveria começar...bem me chamo Antónia..meu nome é horrível eu sei.por isso tenho um apelido anjelina.não é bem um apelido é mais um nome,mas isso não vem ao caso..tanto o nome quanto o apelido são ruins,mas continuando..eu tenho 16 anos,sou morena..meus cabelos são longos e muito lisos que chega dar raiva nada fica preso.minha pele é morena mas cor de praia..amo praia,e sinceramente eu fico muito bem de biquine.ultimamente minha vida anda virada do lado a verso.meus pais andam brigando e falam em separação..isso estar me matando e me dando muita dor de cabeça,então o que eu faço: malho e fico na Internet.a malhação ta servindo,parei de surfar a um ano depois que sai do meu lar em santa Catarina.que saudade da praia da rosa..mas continuando.to aqui no rio vai fazer dois anos.gosto do rio mas as praias aqui ficam longe e tempo ..sempre falta.além de tudo a minha prancha quebrou pra mim essa foi a pior.então parei com a minha paixão.ultimamente tenho falado muito com um garoto no msn..a gente se-conheceu no bate-papo indicado por uma amiga.ta nunca confie nessa amiga,mas me convenci de que conhecer pessoas pelo menos pela Internet não ia fazer mal algum,acho que até hoje não tenho muitos amigos por causa da minha timidez e minha personalidade forte. o primeiro dia que entrei nesse bate-papo conheci vários garotos..poucas garotas falaram comigo..e as que falaram gostavam de mulheres...opa! isso não...dai por diante entrei mais vezes..mas depois que liguei a webcam e vi coisas assustadoras nunca mais entrei.não por medo porque não tenho medo de nada..a culpa é daquelas pessoas pervertidas.eu fiquei uns meses sem entrar e minha família ficou mais chata q ultimamente.dava umas voltas pela cidade,não muito longe é claro.não aguento meus pais brigando,minha mãe se-estresa e desconta em mim,meu pai discute com ela e fica com aquela cara de tristeza que me corta o coração.sem tirar o clima que fica mais que pesado,ai prefiro ficar longe,vou ao cinema sozinha..como sozinha no mc donalds sem problemas já me acostumei em ficar sozinha.em relação aos garotos eu não tenho muitas esperiençias que chega dar vergonha.nunca namorei e fui beijada por um garoto de 14 anos quando eu tinha 15 as outras esperiencias eu não preciso contar o porque. são muito dolorosas na verdade uma pior que a outra.bem aqui no rio até agora não fiquei com ninguém...mas aonde eu morava sim.tanto que todas essas esperiencias aconteceram lá.mas de uns dias pra cá..ando fazendo umas coisas que eu acho que eu nunca deveria ter feito e acho até bom disser isso pra um bloco de papel mesmo que ele não me de uma opinião mas já ajuda.me sinto mal em fazer esse tipo de coisa que eu estou fazendo,mas sei lá me sinto tão bem tão viva.é estranho eu sentir isso fazendo esatamente o que eu estou fazendo,mas a sensação é boa demais.vou disser esatamente o que eu faço que tanto me preocupa..e vou dizer como começou.
conheci um garoto no bate-papo que me perturbou...não sei esatamente o que me perturbou.acho que foi o jeito dele ou algum assim,mas só sei que é ele o principal motivo de eu estar fazendo isso.bem eu o encontrei pelo bate-papo no quinto mês que eu entrei isso no ano passado..mês de Setembro...(continua)

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

sua perfeição


ainda estou tentando esconder o que eu sinto..tento ser um pouco  mais sinsero,mas quando você estar por perto .só o que eu consigo é observar você.e toda a sua perfeição..com o seu sorriso perfeito seus cabelos lindos e brilhantes seu olhar que me sufoca e eu quero mergulhar,sei que já estou apaixonado mas não me importo,quando você me toca,meu corpo responde,meu universo para e minha alma te encontra ..você parece ter sido feita pra mim,feita para o meu corpo,feita para o meu coração.nossas almas parecem terem sido escritas nas estrelas para estarem juntas.quero morrer ao seu lado,te observando,te amando e te querendo..você é a coisa mais linda que eu já vi,é a pessoa mais bela que eu senti querer viver na minha vida,você me completa,você me deixa assim,comfusso,mas o bastante pra entender que você é perfeita pra mim.só você me faz me sentir livre,me sentir amado,me sentir bem sem ter medo de nada e ninguém sua perfeição me enlouquece,me faz te amar mais e me transforma em uma pessoa boa.
.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

a procura dos olhos castanhos

uma conversa....
-eu estava lá quando ela passou...tinha olhos castanhos e a pele morena,os cabelos longos e a boca pequena.disse um velho com um chapéu na cabeça
-eu não vi nenhuma morena de olhos castanhos,pele morena e boca pequena.tem certeza do que viu? perguntou outro velho sentado ao seu lado em um banco da praça.
-absoluta,não estou ficando louco.ela era linda,perfeita,delineada pra mim.
-você estar ficando louco velho.não vi morena nenhuma!
-você que é cego e diz que eu estou ficando louco! a morena passou aqui,bem na sua frente e você não viu,seu velho cego! disse ele dando um tapa no velho.
-não me bata em! berrou ele cerrando os punhos em direção ao velho de chapéu.
-vai me agredir seu maluco? gritou ele se-levantando.
o outro velho fez o mesmo e acertou um soco no velho de chapéu que caiu no chão ajoelhado.
-como ousa? perguntou o velho que tomou o soco se-levantando do chão.
-toma isso.disse o velho de chapéu chutando a barriga do outro velho.
um guarda que ali estava passando viu a briga e separou os velhos.
-por favor senhores! mas o que houve? perguntou o guarda indignado.
-a culpa é desse velho ai,que é cego e estar me chamando de louco,eu não sou louco!
disse o velho de chapéu ao guarda.
-é mentira dele policial,eu enxergo bem...você é louco sim tá.
berrou o outro velho de volta.
-primeiro eu não sou policial,sou o guarda que faz a ronda nessa praça.e segundo os senhores não são nem loucos e nem cegos.explicou o guarda
-ele é louco sim...disse que viu uma morena que não existe.
-a morena existem sim...ele que é cego.
-do que estão falando? perguntou o guarda comfusso.
-da mulher de olhos castanhos pele morena e boca pequena que passou por aqui.você viu ela seu-guarda?
perguntou o velho de chapéu.
-eu acho que não..disse o guarda comfusso.
-te falei que você esta louco. disse o outro velho
-acho que você tem razão.vamos embora.disse o velho de chapéu finalmente desistindo.
o guarda ficou ainda mais comfusso e saiu a fazer a ronda pela praça,quando avistou dos homens discutindo com um enorme cartaz na mão.
-de novo? perguntou o policial se-aproximando dos dois.
-o que esta acontecendo aqui?
-nada seu-guarda só estamos levando esse cartaz pra loja da minha mãe.disse o mais alto.
-hum..então vão logo!
-sim senhor.respondeu o mais baixo.
o guarda olhou para o cartaz e viu que havia a enorme foto de uma mulher olhos castanhos,pele morena e boca pequena.o guarda sorriu
-realmente aquele velho é cego não ver um cartaz desse tamanho.e o outro estar louco, a mulher é só de um cartaz...querendo ou não os dois tinham razão.

o H e o M.

não nascemos e não vivemos pra ficar só.o romance destroi a alma sem dor...estávamos todos preparados para isso.corações puros almas limpas do precipício,mas olhe para nós agora
o que somos? pecadores,doentes,viciados no prazer.e nossos sentimentos morrem para sempre entre a cruz e a espada.estamos levando muito a serio a frase`´viva como se fosse o seu ultimo dia`´as pessoas aproveitam a vida sem se-importar com as conseguencias e sentimentos alheios,mas quem se-machuca mais somos nós mesmos,perdido,sem motivos pra viver e sem ninguém.procurar não vai adiantar..alguém já planejou pra você
a sua escolhida,o seu escolhido.o tempo e o sofrer são os melhores remédios para curar a ferida.as mulheres apesar de quererem se-parecerem com os homens..todas são diferentes umas das outras quantos mais dos homens.e a cada dia que passa eles se-apaixonam mais pelas mulheres.os homens são sedentos,eles querem sempre mais,são obsessivos e doentes por prazer.e se-estão apaixonados morrem pela amada.as mulheres são mais complexa,são objectivas e odeiam perder tempo.no fundo no fundo.todas querem casar e ter filhos.mas os homens são distraídos e acham que as mulheres de hoje só querem diversão como eles.
todas nasceram pra isso...elas pertencem a essa lei e não tem nada no mundo que vai mudar isso.

sábado, 6 de novembro de 2010

palavras do seu olhar

me demostre todo seu amor,se ainda estar sorrindo ou apenas me comprou
chegamos longe demais com essas palavras que só machucam a nossa alma
voltamos a sentir os olhos cansados e o mundo injusto. e a vida sem nada pra oferecer
voltamos a nus machucar sem querer,voltamos a ser ingenuos no amor
e a querer sofrer cada vez mais
sempre soube aonde você ia chegar,longe ou muito perto
mas lá você estava.chorando comigo sorrindo e me matando enquanto eu sonhava com você
eu senpre soube aonde nós iamos chegar
querendo ou não nós fazemos parte desse quebra-cabeça
o que antes era só uma brincadeira hoje é um compromiso
porque se-escorar nos outros é melhor que cair
vá para onde você dissia que ia...
e não volte mais
pois você não precisa disser que não quer ficar
vejo nos seus olhos o nosso erro

terça-feira, 12 de outubro de 2010

me de sua mão

segure-se em mim,pois você não estar mais só,pode contar comigo eu sempre vou estar aqui.ao seu lado,pra segurar a sua mão...ai quando você chorar eu colherei suas lágrimas se te ferirem,eu os derroto pra você.sempre te amei mesmo antes de você nascer.ainda te amo como você nunca imaginou e mudaria o mundo só pra te ver feliz pois seu sorriso ainda é a melhor coisa que eu já vi.me chame de amigo,me chame de irmão.como você quiser você tem o meu coração.feito de cristal,feito de carne que bate por você.amigo querido que nunca vai deixar de ser meu favorito.arranque suas angustias e delas pra mim,pois eu prefiro sofrer só pra te ver sorrir.amigo é feito de pétalas espalhadas pelo jardim,pétalas que quanto mais o tempo passa mais pétalas o vento leva.mas eu estarei lá mesmo que todas já tenham ido embora,eu estarei lá.pra te ajudar quando você precisar.amigo da minha alma,amigo do meu coração.feito de pétalas que ainda estão espalhadas pelo meu jardim.mais eu nunca vou deixar você partir.pois eu tenho medo de morrer se te ver infeliz.

sábado, 9 de outubro de 2010

sua dança

venha dançar comigo.apenas essa noite,me deixe enlouquecida com seu suor com o seu corpo que transpira sexualidade,me ame até não poder mais pois seu olhar me engana e me carrega pra cama,me leve pra dentro do seu ser,me amarre no seu intimo e me livre do que eu visto,me ame descontrolada e esqueça que o amanhã existe e me possua.coloque suas mãos no meu corpo e dance pra mim,em uma dança louca que me deixa assim estirada de corpo e alma somente para ti.me ame me coloque do jeito que quiser mas dance pra mim,lave o meu corpo com a sua boca,sem indecência apenas você e eu.toque suas mãos nossas mãos perdidas em nós,livre-me do passado livre-me de ser quem eu sou,apenas dance pra mim,apenas dance e me  leve pra longe,junto com você.com você dentro de mim.dance,dance...dance dentro de mim.e se-esqueça que um dia nós sofremos por não ter todo esse amor que hoje desfrutamos.

domingo, 3 de outubro de 2010

resumo de uma vida inteira

coloque o que você quiser me inclua se for capaz,eu estou te desafiando e isso é porque eu cansei de te ver assim,machucado ferido,doente e sozinho.a escuridão não vai te tragar para longe de mim.não eu não permitirei.sou contra essa forma de pensar,você nunca foi doentio desse jeito.mas ainda eu estou aqui.me fazendo de boba pra fazer você confessar que eu estou errada, que nada do que eu digo é real,que você já não é mais aquela pessoa que vive sentado na escuridão vivendo da compaixão dos outros,e afagando a minha alma.que chora toda vez que te ver assim,triste sem vida e sem uma saída.quantas vezes eu vou ter que te disser que correr para os meus braços toda vez que você cair não vai te deixar mais feliz.por um momento sim,mas e o sempre? pra onde ele vai?você volta para solidão me deixando triste e só.não entende que eu sempre estarei aqui pra te estender a mão se você precisar conte comigo,eu estarei pronta pra te ajudar.uma boa tradução de uma vida inteira é resumida em cinco partes.primeira:conhecer.segunda:como é? terceira:amizade.quarta:previa do fim.e quinta:morte.vamos começar com a primeira...obviamente Francisco era um menino como qualquer outro.treze anos morava com os pais,estudava de manhã era apaixonado por boliche e tinha uma melhor amiga chamada Lais.Francisco não era diferente dos outros garotos que moravam na rua Alberto de Andrade.a rua tinha uma boa vizinhança,ali tudo ficava perto as crianças não tinham necessidade de mudar de rua para ir até a escola.a escola era em frente a casa de Francisco,que era vizinho de Roger um outro menino que é apaixonado pela amiga de Francisco,a  Lais.Francisco não é um garoto briguento como seu vizinho Roger.ele é simples e não gosta de injustiças,tem um jeito dele de conversar com as pessoas e faz questão de disser a todos que ama a amiga lais como uma irmã.pra tirar da cabeça dos outros que eles vão acabar assumindo um namoro.Francisco é um menino estudioso,ele é simpático e fala com todo mundo.a família do garoto não é muito unida.ele é filho único e seus pais não são muito afetuosos.Francisco nunca se-importou com isso,mas sente falta como qualquer outra criança de um afeto paterno e materno.apesar de isso tudo Francisco é tudo menos mentiroso.ele é sincero e até demais.(continua)

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

o conto do diário das bruxas

lionese ficava observando o indo e vindo das pessoas pela janela.ela segurava firme o livro de capa preta e letras grandes  prateadas.lionese não fazia ideia do que dizia o livro mas também para ela não importava.sua mãe fez ela prometer que guardaria o livro antes de ela voltar e não deixar que ninguém veja o livro.era dia 22  de Julho 1940 na Alemanha .em plena segunda guerra mundial lionese se-encontrava na casa de vizinhos enquanto a mãe ia falar com seu pai que estava servindo o seu país.lionese observava na esperança de que sua mãe volta-se logo ou ela iria morrer de ansiedade. os enormes olhos azuis  da menina vasculhava a rua que aos poucos era cobrida por neve.derrepente a porta bateu e o livro escuregou da mão de lionese correndo para o chão.-o que é isso? perguntou um menino olhando para o livro o filho do dono da casa.-nada! berrou ela.lionese correu  pegou o livro e enfiou dentro do enorme casaco de lá que a menina usava.-não vai me mostrar? perguntou o menino com um sorriso malicioso no rosto.o menino era Joseph,filho único de um casal alemão.Joseph não é amigo de lionese.mas também não é inimigo dela,Joseph é cinco anos mais velho que lionese,apesar de ser mais esperto,não é mais inteligente que a menina que carrega o diário das bruxas.-não!ela berrou de novo.-porque você estar gritando? perguntou ele se-aproximando dela.-eu...antes que lionese pudesse disse qualquer coisa ele lhe tirou o livro das mãos.-eis me devolva! gritou ela novamente tentando tirar o livro de Joseph que é bem mais alto que ela e se-aproveita disso para afasta-la com a mão enquanto outra segura o livro.-me devolva Joseph! isso não é seu,seu ladrão! Joseph empurrou a menina que caiu no chão.lágrimas vieram ao rosto de lionese.-há..não seja um bebe...disse ele se-sentando no sofá.-você é um idiota!praguejou ela.-é mesmo?perguntou ele avaliando o livro.-esse livro é horrível....mas espera não é um livro é um diário..ele levantou o rosto para a menina que já se-encontrava de pé.-pensei que não soubesse ler nem escrever.-e o que te importa? me devolva o livro ou...-ou o que? desafiou ele.a menina se-calou com o rosto em chamas.joseph virou o livro e viu a fechadura do livro que é a boca de uma caveira.-que tipo de coisa é essa? perguntou ele com nojo.-aonde conseguiu isso lionese? -não é da sua conta! berrou ela.-porque você só fala gritando? perguntou ele berrando também.-me devolva agora! -não.disse ele escondendo o livro atras das costas.-seu idiota me devolva..isso não é seu!-e dai?tomada pela raiva lionese pulou em cima de joseph o jogando no chão.os dois se-enrolaram no carpete na luta pra ficar com o troféu que no momento era o diario.lionese foi mas rápida e por ser menor conseguiu pegar o diario mas..se-levantando rápido joseph deu um tapa na mão da menina fazendo o livro voar direto para a lareira que se-encontrava acesa(continua)

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

na flor da pele

nossas vidas estavam mas entrelaçadas do que nunca agora.eu esperava tudo menos essa situação,meu coração estar louco para ouvir sua resposta,mas minha razão já sabe o que você vai dizer.doida paixão que chegou e me levou tudo que eu tenho.alma coração,sentimento.você me levou tudo e eu não tenho mais nada querido,e agora o que vem? isso que me consome e estar dentro de mim.se-mexendo me suprindo e me afagando quando você me machuca,sempre tive essa mania de transformar tudo em  problema,mas dessa vez não.o grande problema estar dentro de mim.parado ou se-mexendo ele ainda me ouve e eu faço parte dele e ele de  mim.queria tanto que você me abraça-se e me disser que nada disso é tão problema quanto eu penso e digo mas...eu conheço você e sei que jamais diria isso.mas nada do que você disser vai mudar,eu ainda estarei com esse problema e se você não quiser,tudo bem eu resolvo sozinha,eu sempre fiz isso,agora não seria diferente seria? unidos pela chama apagada pelo vento.nós se-amamos e mantemos uma lei,sem jeito eu assumo que pensei que não ia ser assim,que você acabaria por me amar e nós deichariamos o quarto de hotel e se-tornaríamos um só.agora é só uma flor morta em nossa pele indecente e pura de dor.chegou e foi,amou e depois o que sobrou? apenas dor meu amor.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

corações confusos

primeiro capítulo
eu me chamo Célia sou uma garota legal,inteligente,interesceira e até um pouco irritante mas não sou mesmo simpática.desculpe mas eu não consigo ser.acho que é um defeito,me chamam de arrogante,mas eu só não sou simpática mas posso ser sua melhor amiga já que você vai acompanhar a minha historia confusa e cheia de confusão. eu sou uma estudante do primeiro ano em uma escola estadual do rio de janeiro.a minha escola não é grande coisa já que a rede publica do ensino médio é uma porcaria em questão do ensino.só permaneço naquela escola por necessidade e vou estudar muito para que meu filho não tenha o mesmo privilegio.a unica coisa que salva mesmo da minha linda e maravilhosa escola são os as pessoas em todo.porque o resto por favor jogue no lixo.eu morro com a minha mãe mais um cara que diz ser meu padrasto.mas ele não é nem meu amigo,eu tenho uma irmã chamada carol.como minha mãe foi registrar o nome da minha irmã como um apelido? eu acho que ela estava bebada como sempre fica.eu morro em uma favela e não tenho vergonha de disser isso,não gosto de morar aqui não vou mentir mas eu tenho escolha? não.essa seria a resposta,mas a gente se-acostuma,tenho vários amigos...ta eu menti de novo amigos eu tenho poucos,uma amiga que morra do outro lado da rua e meu melhor amigo que é meu vizinho nós se-conhecemos desde que eu vim morar pra cá o que tem uns 20 anos a mãe dele deixava ele com a minha mãe.george é apaixonado pela sabrina uma garota da nossa turma,ela brinca com ele fazendo ele fazer coisas pra ela,eu digo pra ele que ela apenas esta usando ele,mas pergunta se-ele ta me escutando?não.ele não se-importa ele só quer ficar perto dela enquanto ele segura vela.é realmente o amor é estranho como uma pessoa pode querer se-rebaixar só pra ficar perto de quem gosta é doentio,acho que nunca vou querer me apaixonar muito menos se-rastejar só pra ficar perto de alguém,credo isso me da nojo.esquecendo essa parte de amor obsecado do meu melhor amigo que ainda é cego e não comsegue ver isso,vamos para a minha familia que não é la grandes coisas,amo a minha mãe mas ela tem um pesimo gosto para homem começou com o meu pai que era um português que fez duas filhas nela e foi embora para a sua cidade e nunca mais ela ouviu falar dele.esse agora é um lixo de ser humano.ele vive bebado,chingando as pessoas e me deixando cada vez mais furioza com a minha mãe que coloca esse tipo de gente dentro de casa e da mal exemplo pras filhas.mulheres! o que é um perigo com uma menor que asimila tudo como uma esponja.odeio criticar a minha mãe,mas ela anda passando dos limites.agora ela vive bebada junto com ele.como se isso fose bonito de se-ver pela manhã quando o sol nem nasceu direito,minha mãe é um pesimo exemplo de qualquer coisa,com certeza.bem a minha irmã é um anjo ela é doce amiga e ingenua  o que é um prato cheio para essas pessoas que adoram fazer mal as pessoas,ai como eu odeio que se-aproveita das pessoas inocentes.acho que isso tem a ver com o que eu decidi me formar;em direito quero ser juísa e colocar na prisão esses bandos de bandidos.dos ricos aos pobres.é ja to falando como uma agora.isso é bom não é?(continua)

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

musica(letra anja japeti)

musica:you being here?

you being here?
the horizon of my soul
some being hidden inside of me
unless you while you set me free from my solitude
unfair and unfortunate kept locked so
(Refrain)
you being here?
you being here?
holding me so that I will not fall
you being here?
you being here?
so I do not feel lonely
for me to be happy
you being here?
that I will not die in alone

being closed and all bitterness
doors for me
you barely know where I fall
while you watch me I fall
themselves loving the door open for me even though little
is free
(REFRAIN)

as irmãs almas gemeas

primeiro capitulo
a carta...
eu devia estar nervoso mas eu não conseguia pensar em nada,o que uma pessoa deveria pensar quando acabou de receber uma carta da qual diz esatamente que haverá uma passageira espiam que estar fazendo um atentado contra a marinha e que vai explodir o navio com todos os tripulantes dentro.porque eu não abri a droga da carta antes de entrar no navio.eu sou o capitão devia ter previsto isso,mas não eu fui um idiota e quem era aquele garoto que me entregou essa maldita carta? devia ser um menino de rua que só queria uns trocados mas quem me mandaria a carta sabendo que eu só conseguiria abrir a carta dentro do navio?será que ele seja lá quem me enviou a carta queria que eu descobrisse e impedisse a espiam.mas porque não antes,mas depois? me sentei no sofá da minha cabine e observei o lugar o cheiro do mar envaida a cabine sal e vento era uma ótima combinação para me deixar mais nervoso estávamos quase na rota,mas algumas horas e no dia seguinte estaríamos em mar aberto o que me deixa preocupado,porque é um convite para a espiam.eu preciso descobrir quem era.mas o que mais tem são tripulantes aqui que não sejam meus companheiros,logo agora que estavam todos felizes em voltar finalmente para casa.decidi que ia encontrar a espiam antes mesmo que ela tenha a oportunidade de explodir e completar o atentado contra a marinha.me levantei do sofá e comecei a andar pela cabine tentando arrumar uma estratégia para pegar essa tal espiam.primeiro descobrir que é,depois eu tenho que país estar cometendo esse atentado e só depois eu vou ter que pensar na segurança dos passageiros o que me  deixa ainda pior.se eu falhar já era cada centímetro desse navio vai pelos ares.respirei fundo eu devia ficar calmo,nervoso eu não consigo rassocinar direito.hoje terá uma festa no salão central do navio.conheço o navio como a palma da minha mão,vou achar a espiam e vou tranca-la matarei ela se precisar,mas ela não vai afundar esse navio ou não me chamo capitão Lewis finhu.eu só teria que me preparar até lá.caso aconteça alguma coisa eu estarei preparado.desgraçada eu mato ela se ela tentar qualquer coisa.eu mato.fiquei com as palavras da carta o dia todo.não sai muito da cabine,não queria que meus companheiros ficassem sabendo agora.mas tarde quando eu saber definitivamente quem é a cadela que quer acabar com o maior navio da marinha.o meu plano já estava pronto,eu já sabia que sofreríamos um atentado mas não sabia que isso aconteceria na volta para casa.talves se eu estivesse prestado mais atenção nas pessoas que embarcação isso não estaria acontecendo,mas não eu fui burro e idiota o bastante para não perceber nada.eu não vou envolver meus companheiros quando eu sei que a culpa foi extremamente minha.resolverei o problema sozinho,além disso é uma espiam não um espião.como pessoas submetem mulheres a isso? mulheres foram feitas para ficar em casa e cuidar da casa e de seus homens.não duvido que mulheres sejam capazes de muitas coisas,mas de matar? ela não será pairo para mim,afinal eu sou um oficial e o capitão desse navio.se ouviu uma batida na porta.-capitão.posso dar uma palavrinha com o senhor? perguntou uma voz do outro lado da porta que eu logo reconheci como a voz de um dos meus companheiros.Frederico mais conhecido como Fred ....(continua)

sobre minha vida

ao meu passado eu decidi voltar rever as minhas historias e encontrar uma nova vida,uma vida com mais sentido pra viver,uma vida com motivos pra mim continuar.sei que a historia vai mudar e o enredo também.sinto que posso melhorar,ou então não serei ninguém.mas isso só faz parte do meu trabalho.ser ninguém enquanto sou alguém,talvez para mim mesma,talvez para alguém que eu nem chegue a conhecer.minha vida é assim.cercada de poder,amante do mundo obscuro e nada desejado.revoltada com os meus erros e sufocada com as minhas lágrimas.sinceramente eu nem sei aonde eu vou estar cansei de parecer boa e não encontrar nada.corri atrás e não consegui,me corroí por isso eu estou aqui.falando da minha vida.uma vida irreal,uma vida de uma ferida que já estar sicatrisada.minha vida estar em uma aliança que ainda se-dispõem a me olhar.do alto da cabeça aos pés.seduzida atraída por um olhar sinsero ,mas confusos demais para mim.minha vida é um fracasso eu diria?
ou apenas diria que ela não é como eu esperava por isso tenho tanta raiva de mim mesma.mas..a verdade é dura de se-acreditar e lavar a alma é a pior coisa até a morte do coração.limpar nossas tristezas e resolver nossos problemas do jeito mais fácil.é eu sou preguiçosa e tenho medo de errar,ser sempre a certa e nunca me machucar.gosto de criticar mas nunca ser criticada.pois eu sei muito bem como eu reajo a uma critica.bem ou mal ainda estou eu aqui falando sobre a minha vida engraçada e cuidada,por mim e por mais ninguém.ninguém entende que isso eu faço porque vai além da estrofe.além de uma fala,palavras guardadas no meu coração e alma.ai depois que eu começo a falar eu tento mas não consigo parar.talvez seja da minha natureza disser varias e varias vezes a mesma fala e repetindo o mesmo problema.tantas pessoas tem problemas iguais,tantas tem problemas parecidos,mas eu não me importo com isso eu estou falando sobre mim.sobre a minha vida que começa assim.....(continua)

domingo, 26 de setembro de 2010

proteção

protección
Estoy a salvo en tus brazos ... Puedo estar seguro cuando estoy en tus brazos, perdido la esperanza de una nueva mundo.agora que sólo puede ser assim.uma ti.uma persona en necesidad de alguien que necesita tu calor, tu y su alma vaga amor.não me sentí más vazia.quero olor que a mí, me siento cerca de tu corazón coração.pois mío no quiero nada más que tú, y no puedo entender la vida because.I He buscado toda la razón, una razón para viver.só y ahora que te encontré, nunca te dejaré ir, su corazón nunca había estado lejos de mi que coração.porque y sólo tú eres mi protección.

mentiras



ela me destroi a alma e me faz sangrar e depois de um longo tempo ela se-sicatrisa mas é logo aberta por outra mentira.sem pena e sem dor me leva a vontade de respirar e me trás a vontade de sangrar pelos olhos e por dentro.você não me ver como eu vejo.na verdade isso não importa mais,suas mentiras sempre me consomem,sempre me matam por dentro e me levam o amor que eu sinto por você.e já não posso evitar,eu não queria mesmo que isso chegasse a esse ponto mas eu não sei como fazer essa dor parar,você faz parte dela e não sei como chegamos aqui?
-eu estou tentando mudar.disse ele novamente.
-eu já ouvi isso.você já disse isso! não disse? perguntei me sentindo cada vez pior.
-eu sinto muito.
-é só o que vai disser? eu sinto muito?
-eu já te pedi desculpas,quer que eu lhe implore? eu imploro.me deixa tentar mudar?
-você já fez essa cena mais de uma vez.
-eu sei,mas..eu não sou mais daquele jeito. será verdade ou ele mais uma vez estar tentando me enganar?mentindo pra mim de novo,como sempre.eu parei de confiar nele e acho que não o-amo mais
-estar me escutando? perguntou ele se-aproximando e me olhando nos olhos.-sim.infelizmente eu escutei de mais,não pretendo escutar você nunca mais.me levantei.tem razão nós sentimos muito.-não faça isso meu amor.-já deixei de ser seu amor a algum tempo.desculpe eu devia ter dito isso um  pouco mais cedo.mas quer saber eu esqueci.

sábado, 25 de setembro de 2010

melhores amigos(letra anja japeti)

a vida não tem mais cor
as cores perderam o sabor
o seu sorriso desapareceu e se tornou em uma alma que se-perdeu
seus olhos já não são os mesmos transformaram a sua alma em preto
te sinto tão vazio e fico me perguntando aonde estar meu melhor amigo
o amor que tinha adormeceu e o sonhos se-apagaram
não sabe o quanto eu luto pra te ver feliz e te levantar quando você estar fraco
a nossa historia se-tonou um mar de corações quebrados


você ainda não se-importa com o meu sofrimento
pois meu coração doí quando eu olho pra você
quando eu penso em te perder
quando eu penso em te perder
refrão
eu quero lhe ouvir dizer que não há mais dor e que parou de sofrer
eu quero lhe ouvir falar....que nas suas veias corre sangue mas nada


seus passos mostram rastros da dor
um caminho confusos
que você se-perdeu e ainda não se-encontrou
eles te levaram pra longe de mim
pra longe do meu amor
antes você era um jardim
agora é um cemitério....
refrão
eu sangro por você
eu sofro por você
e aonde estar?
eu quero lhe ver voltar a ser uma esperança
uma esperança
uma esperança
refrão duas vezes 

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

life



ela é bela e adora conversar,me olha daquele jeito que já sabe como eu vou ficar,ver através do meu corpo.ela ver a minha alma.não é simples e nem pura já carrega muito carma,uns bem pequenos outros um pouco maiores,doces sonhos que me levam a ela,uma figura estranha porem bela.eu acabo repartindo o que eu acabei cedendo,pois ela me faz pensar em quanto eu só estou sobrevivendo,ela me observa sem ao menos me comprimentar,me faz querer pertencer a ela mesmo que eu já esteja parte dela,sei que sou fraco e as vezes eu nem consigo me levantar,mas eu me lembro não dela mas de outras pessoas que me fazem voltar.ela é um dos motivos de eu estar aqui.sinceramente eu já nem sei o que é repartir.fraguementos de um sonho que eu temo em desejar mesmo que eu saiba que não vai se realizar.ela pode ser dura e me fazer chorar,pode me fazer ver ela de um jeito sombrio e doente que me faz recuar,ela pode me trancar em alguma esquina e me machucar,ela é doida e não quer se-internar diz que não é falsa,mas já vi ela me apunhalar,me encher de feridas e depois querer me curar,já vi ela cachorra louca para me enfeitiçar,mas eu já cansei de me maltratar,ela é traiçoeira e vive dizendo que não.me mostra o certo mas quer que eu faço o contrario,talvez a decisão segue minha e não dela,mas eu cansei de ser o príncipe da Cinderela.ela me coloca no chão e depois quer me levantar.me mostra o jeito fácil,mas quer me ver fazer o difícil,ela é tentadora e não sabemos ama-la talves por ser estranhamente mal falada.ela me corroí e me destrói,depois me ama e me lava do mal.uma...que eu não sei explicar,mas sei que a cada passo que dou eu devo agradece-la,pois cada dia que passa ela me transforma.me salva e me mata.me ama e me odeia.uma lição a cada palavra.eu lhe proponho um brinde:ao mundo a vida.

as 20 horas

as 20 horas eu estava lá.como ele havia dito a hora da minha vez
a hora que pra mim significava tudo
esperarei ainda que assim ele for demorar
pode estar ocupado com qualquer coisa,mas a emoção não me deixa esquentar com uma simples demora
os arbustos se-mexiam com o vento  fazendo um barulho ameaçador alcançar os meus ouvidos,ali debaixo daquela árvore que ia ser marcada com a minha vida uma saída ou não.eu respirava fundo não sabia disser se era de medo,alegria,ansiedade ou de vontade de ele se-apresar e chegar logo,a demora fazia meu coração palpitar e a imaginação voar,eu não fazia ideia de como era e de como seria só esperava que desse tudo certo e que nada de ruim acontecesse porque pior do que se-sair mal é que algum de ruim aconteça.em pensar que eu sempre achei que ia ser tarde demais para mim lembrar de como foi e de como era,sempre fui responsável e aquele tipo de coisa me fazia pensar em como eu mudei.minha mãe sempre me dizia que nós mudamos com o tempo,mas a mudança vem acompanhada de um amadurecimento corporal e mental.minha mãe sempre teve a voz da sabedoria triste ela não estar em casa para me ouvir contar como foi,ela se-orgulharia de mim? ou iria dizer com aquela sinceridade que só ela tem que eu não fui muito bem?perguntas que eu nunca saberei as respostas.mas foco agora não era se-lembrar da minha mãe e sim pensar nele,esse garoto que é tão importante para mim e acho que será para sempre,pois desse dia eu não vou esquecer,de jeito nenhum.
esperei...esperei...esperei
ai me convenci que só esperaria mais um pouco ele pode ter esquecido.poxa que legal da parte dele esquecer disso......uma coisa tão importante.esperei...e me convenci de que ele se-esqueceu de mim completamente arazada eu voltei para casa,senti lágrimas molharem o meu rosto,assim que eu atravessei a rua,segui para atravessar a próxima rua e não vi quando uma luz forte me atingiu eu cai no chão me fazendo perder os sentidos,eu não conseguia ouvir,sentir e nem ver nada,minha cabeça começou a girar,apaguei e não vi mais nada.....eu estaria morta?

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

injured are we


injured are we still not know who we are
pains that are shared by the inner world
but have no one-our pain
casualties of a new life
a new truth
no lies
to hurt even more naked
in our lives that we do not seem
appear to be stolen every day of my life
and forgotten by that I once loved
-and tell me if it was worth the life you lived here?
nothing is so important when you live with what you love most
is with passion, lust or sloth are children of the same father
heirs of the same crown, friends, brothers of the same
cohabitants of the same nation and society.

somos feridos
tradução
feridos somos nós que ainda não sabemos quem somos
dores que são partilhadas pelo mundo interior
mas ninguém se-dispõem a nossa dor
feridos de uma nova vida
de uma nova verdade
sem mentiras
para nus ferir ainda mais
a nossas vidas que nem parecem nossa
parecem ser roubadas todos os dias da minha vida
e esquecida pelos que eu um dia amei
e me diz se-valeu a pena a vida que viveu aqui?
nada é tão importante quando viver com o que você mais ama
seja com paixão,luxuria ou indolência somos filhos do mesmo pai
herdeiros da mesma coroa, amigos dos mesmos irmãos
conviventes da mesma nação.

hora de você

ele segurou na minha mão e meu corpo respondeu
.
ele chegou mais perto de mim e sussurrou algum no meu ouvido,mas eu fui incapaz de ouvir
estava acontecendo algum de errado comigo?
ele beijou o meu pescoço e me senti arrepiar,ele voltou a me beijar e eu peguei com força 
nas suas costas ,ele me envolveu pela cintura e me puxou pra mais perto dele
eu senti o calor do seu corpo mesmo com as roupas. a língua dele brigava com a minha em uma dança sensual e deliciosa.um calor que eu achei que ia me sufocar me implorava pra tirar as roupas.ele pareceu entender quando eu arquei o corpo de encontro ao dele.ele se-afastou e tirou a blusa mostrando o físico e musculoso do peitoral e dos braços,em um bronzeado de tirar o fôlego,fiz o mesmo que ele e quando tentei tirar o sutian ele segurou a minha mão.-sem presa.ele voltou a sussurra no meu ouvido me dando outra onda de calor.ele se-sentou de frente para mim e me puxou pro colo dele,eu me sentei de frente para ele e envolvi sua cintura com as minhas pernas.ele voltou a me beijar no pescoço atrás da orelha me levando a loucura.delicadamente senti ele tirar o meu sutia e tocar em um dos meus seios,uma nova onda de calor me envolveu e veio com uma ansiedade quase insuportável,ele desceu os lábios pelo meu pescoço e começou a encher de beijos os meus seios.perdi o controle quando ele começou a sugar um dos meus mamilos,enquanto masageava o outro.eu respirava com dificuldade e se-ouvia um gemido roco e quase inaldivel,me constatei que o gemido era meu.ele sugou o outro com mais urgência e velocidade que me fez arquei o corpo de encontro ao dele.ele me deitou no sofá e abriu a minha calça jeans e puxou o meu flechiquer e puxou a minha calça,ele começou a beijar a minha barriga e foi descendo trazendo aquela ansiedade novamente só que com mais desespero,eu esperava pelo que?puxei ele até ele ficar sobre o meu corpo e envolvi sua cintura com as minhas pernas.eu tremia,e respirava fundo o-beijei com sofreguidão e ele  corespondeu com ardor,-eu preciso te sentir.disse a-ele entre beijos mas a minha voz saiu fraca.ele pareceu nem ouvir,ele deixou de me beijar e voltou a sugar os meus seios me levando a loucura, a mão dele desceu e começou a roçar na entrada  da minha...eu perdi o fôlego,e não sei dizer como mas mal percebi e ele estava dentro de mim,eu mal senti a dor,eu queria tanto aquilo.os movimentos começaram devagar mais depois foram mais rápidos e aos poucos eu fui subindo cada vez mais alto até explodir em um êxtase violento.

amor e dor

ele ficava me olhando com um olhar de engano e fixação
eu não me permitia sonhar
ir além daquele seu jeito arrogante mas eu gosto do jeito que ele me faz sentir dor
gosto do jeito que ele me machuca toda vez que vai embora
eu gosto da sua alma impura e fingida
do meu coração ferido e do seu partido
gosto de ser sua coluna quando você não tem mais aonde se-apoiar
me sinto mal quando você estar longe demais de mim
quando eu sei que vai voltar e mentir para mim
adoro o jeito que você me faz voltar do céu
nós se-merecemos de uma forma ou de outra e já estou me acostumando com isso
morro sem você e sou doente por isso eu sei.
mas eu nunca me importei pra o que você pensa
me importei?

sonhos

sonhos que eu um dia sonhei,detesto ter que lembrar de você.
dizendo ser inocente quando você sabe que o seu fim estar tão próximo
adoro te olhar de longe.
mentira! estou mentindo de novo.e porque eu não sei
você amanhã já não estará aqui.mas eu insisto em mentir
pra você e pra mim,a como eu te detesto minha linda criatura
te detesto por ser assim,nada é culpa sua mas eu cansei dessa aproximação
de ficar e chorar depois,mais palavras para mim
ou nada para mim? é o meu objetivo de amor.
ser amada por você,querido sonho que eu detesto
desde que você se-foi eu não sonho mais,além de ficar sonhando com você
um sonho perfeito ou nada além de mentiras,mentiras..que não me servem pra nada
estou indo minha criatura detestável mas não é para ficar com você
é para mim me libertar de você e das suas maldades que eu ainda adoro demais
preciso sarar as minhas feridas sozinha.
e ir para onde a morte deve me levar
longe de você e das suas promesas.