Seguidores

Follow by Email

terça-feira, 12 de outubro de 2010

me de sua mão

segure-se em mim,pois você não estar mais só,pode contar comigo eu sempre vou estar aqui.ao seu lado,pra segurar a sua mão...ai quando você chorar eu colherei suas lágrimas se te ferirem,eu os derroto pra você.sempre te amei mesmo antes de você nascer.ainda te amo como você nunca imaginou e mudaria o mundo só pra te ver feliz pois seu sorriso ainda é a melhor coisa que eu já vi.me chame de amigo,me chame de irmão.como você quiser você tem o meu coração.feito de cristal,feito de carne que bate por você.amigo querido que nunca vai deixar de ser meu favorito.arranque suas angustias e delas pra mim,pois eu prefiro sofrer só pra te ver sorrir.amigo é feito de pétalas espalhadas pelo jardim,pétalas que quanto mais o tempo passa mais pétalas o vento leva.mas eu estarei lá mesmo que todas já tenham ido embora,eu estarei lá.pra te ajudar quando você precisar.amigo da minha alma,amigo do meu coração.feito de pétalas que ainda estão espalhadas pelo meu jardim.mais eu nunca vou deixar você partir.pois eu tenho medo de morrer se te ver infeliz.

sábado, 9 de outubro de 2010

sua dança

venha dançar comigo.apenas essa noite,me deixe enlouquecida com seu suor com o seu corpo que transpira sexualidade,me ame até não poder mais pois seu olhar me engana e me carrega pra cama,me leve pra dentro do seu ser,me amarre no seu intimo e me livre do que eu visto,me ame descontrolada e esqueça que o amanhã existe e me possua.coloque suas mãos no meu corpo e dance pra mim,em uma dança louca que me deixa assim estirada de corpo e alma somente para ti.me ame me coloque do jeito que quiser mas dance pra mim,lave o meu corpo com a sua boca,sem indecência apenas você e eu.toque suas mãos nossas mãos perdidas em nós,livre-me do passado livre-me de ser quem eu sou,apenas dance pra mim,apenas dance e me  leve pra longe,junto com você.com você dentro de mim.dance,dance...dance dentro de mim.e se-esqueça que um dia nós sofremos por não ter todo esse amor que hoje desfrutamos.

domingo, 3 de outubro de 2010

resumo de uma vida inteira

coloque o que você quiser me inclua se for capaz,eu estou te desafiando e isso é porque eu cansei de te ver assim,machucado ferido,doente e sozinho.a escuridão não vai te tragar para longe de mim.não eu não permitirei.sou contra essa forma de pensar,você nunca foi doentio desse jeito.mas ainda eu estou aqui.me fazendo de boba pra fazer você confessar que eu estou errada, que nada do que eu digo é real,que você já não é mais aquela pessoa que vive sentado na escuridão vivendo da compaixão dos outros,e afagando a minha alma.que chora toda vez que te ver assim,triste sem vida e sem uma saída.quantas vezes eu vou ter que te disser que correr para os meus braços toda vez que você cair não vai te deixar mais feliz.por um momento sim,mas e o sempre? pra onde ele vai?você volta para solidão me deixando triste e só.não entende que eu sempre estarei aqui pra te estender a mão se você precisar conte comigo,eu estarei pronta pra te ajudar.uma boa tradução de uma vida inteira é resumida em cinco partes.primeira:conhecer.segunda:como é? terceira:amizade.quarta:previa do fim.e quinta:morte.vamos começar com a primeira...obviamente Francisco era um menino como qualquer outro.treze anos morava com os pais,estudava de manhã era apaixonado por boliche e tinha uma melhor amiga chamada Lais.Francisco não era diferente dos outros garotos que moravam na rua Alberto de Andrade.a rua tinha uma boa vizinhança,ali tudo ficava perto as crianças não tinham necessidade de mudar de rua para ir até a escola.a escola era em frente a casa de Francisco,que era vizinho de Roger um outro menino que é apaixonado pela amiga de Francisco,a  Lais.Francisco não é um garoto briguento como seu vizinho Roger.ele é simples e não gosta de injustiças,tem um jeito dele de conversar com as pessoas e faz questão de disser a todos que ama a amiga lais como uma irmã.pra tirar da cabeça dos outros que eles vão acabar assumindo um namoro.Francisco é um menino estudioso,ele é simpático e fala com todo mundo.a família do garoto não é muito unida.ele é filho único e seus pais não são muito afetuosos.Francisco nunca se-importou com isso,mas sente falta como qualquer outra criança de um afeto paterno e materno.apesar de isso tudo Francisco é tudo menos mentiroso.ele é sincero e até demais.(continua)

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

o conto do diário das bruxas

lionese ficava observando o indo e vindo das pessoas pela janela.ela segurava firme o livro de capa preta e letras grandes  prateadas.lionese não fazia ideia do que dizia o livro mas também para ela não importava.sua mãe fez ela prometer que guardaria o livro antes de ela voltar e não deixar que ninguém veja o livro.era dia 22  de Julho 1940 na Alemanha .em plena segunda guerra mundial lionese se-encontrava na casa de vizinhos enquanto a mãe ia falar com seu pai que estava servindo o seu país.lionese observava na esperança de que sua mãe volta-se logo ou ela iria morrer de ansiedade. os enormes olhos azuis  da menina vasculhava a rua que aos poucos era cobrida por neve.derrepente a porta bateu e o livro escuregou da mão de lionese correndo para o chão.-o que é isso? perguntou um menino olhando para o livro o filho do dono da casa.-nada! berrou ela.lionese correu  pegou o livro e enfiou dentro do enorme casaco de lá que a menina usava.-não vai me mostrar? perguntou o menino com um sorriso malicioso no rosto.o menino era Joseph,filho único de um casal alemão.Joseph não é amigo de lionese.mas também não é inimigo dela,Joseph é cinco anos mais velho que lionese,apesar de ser mais esperto,não é mais inteligente que a menina que carrega o diário das bruxas.-não!ela berrou de novo.-porque você estar gritando? perguntou ele se-aproximando dela.-eu...antes que lionese pudesse disse qualquer coisa ele lhe tirou o livro das mãos.-eis me devolva! gritou ela novamente tentando tirar o livro de Joseph que é bem mais alto que ela e se-aproveita disso para afasta-la com a mão enquanto outra segura o livro.-me devolva Joseph! isso não é seu,seu ladrão! Joseph empurrou a menina que caiu no chão.lágrimas vieram ao rosto de lionese.-há..não seja um bebe...disse ele se-sentando no sofá.-você é um idiota!praguejou ela.-é mesmo?perguntou ele avaliando o livro.-esse livro é horrível....mas espera não é um livro é um diário..ele levantou o rosto para a menina que já se-encontrava de pé.-pensei que não soubesse ler nem escrever.-e o que te importa? me devolva o livro ou...-ou o que? desafiou ele.a menina se-calou com o rosto em chamas.joseph virou o livro e viu a fechadura do livro que é a boca de uma caveira.-que tipo de coisa é essa? perguntou ele com nojo.-aonde conseguiu isso lionese? -não é da sua conta! berrou ela.-porque você só fala gritando? perguntou ele berrando também.-me devolva agora! -não.disse ele escondendo o livro atras das costas.-seu idiota me devolva..isso não é seu!-e dai?tomada pela raiva lionese pulou em cima de joseph o jogando no chão.os dois se-enrolaram no carpete na luta pra ficar com o troféu que no momento era o diario.lionese foi mas rápida e por ser menor conseguiu pegar o diario mas..se-levantando rápido joseph deu um tapa na mão da menina fazendo o livro voar direto para a lareira que se-encontrava acesa(continua)