Seguidores

Follow by Email

sábado, 15 de outubro de 2011

Rascunho de um pensamento

"Ele agia como se me conhecesse,como se estivesse ali a muito tempo.como se me entende-se até mesmo melhor do que eu.aquilo ficou na minha cabeça,me perturbando,batucando meus pensamentos.como era possível? eu nunca havia o visto antes na minha vida...mas como ele sabia tudo aquilo sobre mim? como ele sabia das coisas do meu passado.coisas que eu nunca havia contado a ninguém,mas ele sabia...a pergunta era como?
voltei as coisas que eu havia feito no passado e quase voltei a ficar depressiva.
aquele pensamento realmente estava me fazendo mal...e tudo que eu achava que estava escondido,eu me enganei,parecia que toda dor que eu senti naquela época,novamente eu estaria sentindo naquele momento,eu queria voltar lá e pergunta-lo:como? mas me faltava coragem.talves se ele me dissesse que ele sempre esteve me vigiando? como eu nunca o vi na minha vida? isso tudo é muito estranho.para uma garota que só por vingança destruiu vidas.nem mesmo a policia me descobriu,mas ele me conhecia,sabia de tudo que um dia eu fiz e até mesmo o que eu estou fazendo...e planejava fazer.
senti um arrepio quase que incomodo perto da lareira,apesar de ser verão,o dia naquele dia estava cinza e parecia que vinha uma tempestade...ouvi alguém bater na porta,esperei um momento e fui até a porta,abri a porta com um pouco de receio.....e lá estava ele com o olhar cinza um sorriso simples no rosto..parecia transparente toda aquela visão. ele perguntou se podia entrar,eu assenti que sim,ele entrou dando passos leves quase que inpercebivél,reparei que ele não fazia barulho algum..como se-flutuasse.perguntei o que ele queria.ele não respondeu apenas observava o lugar,fiquei calada e ele me acompanhou no silencio por alguns segundos,de repente ele olhou pra mim e eu revidei o olhar,mas não consegui manter o olhar por muito tempo,senti que algum me cega-se  -estou aqui,por você. disse ele,a voz suave feito o vento.-porque? pergunte meio tonta.-porque mesmo que você ache que não.você tem salvação. arregalei os olhos para ele,droga eu sabia quem era ele...eu sempre soube.-você é......-sim. interrompeu ele com um sorriso.-e precisamos comversar."