Seguidores

Follow by Email

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

sobre minha vida

ao meu passado eu decidi voltar rever as minhas historias e encontrar uma nova vida,uma vida com mais sentido pra viver,uma vida com motivos pra mim continuar.sei que a historia vai mudar e o enredo também.sinto que posso melhorar,ou então não serei ninguém.mas isso só faz parte do meu trabalho.ser ninguém enquanto sou alguém,talvez para mim mesma,talvez para alguém que eu nem chegue a conhecer.minha vida é assim.cercada de poder,amante do mundo obscuro e nada desejado.revoltada com os meus erros e sufocada com as minhas lágrimas.sinceramente eu nem sei aonde eu vou estar cansei de parecer boa e não encontrar nada.corri atrás e não consegui,me corroí por isso eu estou aqui.falando da minha vida.uma vida irreal,uma vida de uma ferida que já estar sicatrisada.minha vida estar em uma aliança que ainda se-dispõem a me olhar.do alto da cabeça aos pés.seduzida atraída por um olhar sinsero ,mas confusos demais para mim.minha vida é um fracasso eu diria?
ou apenas diria que ela não é como eu esperava por isso tenho tanta raiva de mim mesma.mas..a verdade é dura de se-acreditar e lavar a alma é a pior coisa até a morte do coração.limpar nossas tristezas e resolver nossos problemas do jeito mais fácil.é eu sou preguiçosa e tenho medo de errar,ser sempre a certa e nunca me machucar.gosto de criticar mas nunca ser criticada.pois eu sei muito bem como eu reajo a uma critica.bem ou mal ainda estou eu aqui falando sobre a minha vida engraçada e cuidada,por mim e por mais ninguém.ninguém entende que isso eu faço porque vai além da estrofe.além de uma fala,palavras guardadas no meu coração e alma.ai depois que eu começo a falar eu tento mas não consigo parar.talvez seja da minha natureza disser varias e varias vezes a mesma fala e repetindo o mesmo problema.tantas pessoas tem problemas iguais,tantas tem problemas parecidos,mas eu não me importo com isso eu estou falando sobre mim.sobre a minha vida que começa assim.....(continua)

Nenhum comentário:

Postar um comentário